22 August 2017

AirTimeFairness - Client Fair Sharing (Phase 2)

A rede wifi sempre foi conhecida por ficar muito lenta quando estamos associados a um AP e alguém começa a fazer um download mais "pesado" ( > 2Gbs). Isso acontece porque o sistema DCF (Distributed Coordination Function) atribui com indiscriminada igualdade o acesso à rede wireless.






A partir da versão 8.2, é possível ativar a funcionalidade denominada ATF (AirTimeFairness). O propósito desta ferramenta é garantir equidade no fluxo de tráfego para todo os clientes associados a um determinado AP e evitar que haja açambarcamento da rede wifi por um único utilizador.

Esta ferramenta permite configurar políticas de equidade entre SSIDs




O processo é relativamente simples de configurar:

Entrar em modo configuração num WLC -> Wireless -> ATF -> Policy Configuration e definimos que tipo de política queremos implementar:




exemplo de política 2, com o nome blog20, com peso 20 e a fazer Client Fair Sharing

Depois escolhemos se queremos só monitorizar ou se queremos efetivamente forçar uma política de equidade na rede. Para forçar uma política é necessário configurar o seguinte:



Selecionar se a política deverá ser implementada num determinado AP, ou num determinado AP Group ou a um tipo de rede (11a ou 11b)

Depois escolhemos se queremos uma política optimized ou seja, "podes ir alem da tua quota desde que a remanescente esteja disponível" ou strict "cumpre a tua quota. não interessa que a remanescente esteja ás moscas"

Clicar no Enable

Para ativar a política, é necessário identificar a WLAN através do WLAN id (o SSID name é preenchido automaticamente) e identificar a política que deve ser aplicada através do Policy Id (o policy name é preenchido automaticamente)

E pronto, depois é só seguir a evolução do ATF analisando a informação no Wireless -> ATF -> ATF Statistics ou efetuando os comandos

Informação do fabricante:
https://www.cisco.com/c/en/us/td/docs/wireless/technology/mesh/8-2/b_Air_Time_Fairness_Phase1_and_Phase2_Deployment_Guide.html

No comments:

Post a Comment